Localizada na Avenida Assis Brasil e referência na Zona Norte de Porto Alegre como clínica especializada em atendimentos de urgência em traumatologia, a Urgetrauma está de mudança. A empresa tem 33 anos e agora parte para a primeira sede própria, sem alterar a rota dos pacientes acostumados com a antiga localização. A partir de fevereiro, a marca passa a atender no Medplex Eixo Norte, empreendimento da Cyrela Goldsztein em fase final de construção.

De acordo com a diretora da Urgetrauma, Cecília Pereira Valiati, o novo endereço fica apenas a 103 metros da antiga sede. “Além da expansão de 40% do nosso espaço físico, possibilitando atendermos até 20% mais pacientes no próximo ano, é uma mudança de logomarca e de posicionamento. Estamos conquistando nossa primeira sede própria e não deixaremos nosso público sem referência, pois ficaremos muito próximos do antigo endereço, mas com uma estrutura bem superior”, salienta Cecília.

A nova sede da Urgetrauma será composta de  21 salas e todo 5° andar do Medplex Eixo Norte, somando 1000m². O investimento para abrir a operação foi  de R$ 10 milhões. Atualmente, a Urgetrauma possui uma equipe de 112 colaboradores e 40 médicos, realizando cerca de 100 mil atendimentos por ano.

Medplex Eixo Norte

O empreendimento da Cyrela Goldsztein é um complexo totalmente focado na área da saúde com conceito diferenciado. Está localizado na avenida Assis Brasil, na área de maior circulação de pessoas da região norte.  Além de uma localização privilegiada – no eixo hospital da Zona Norte – e do potencial de fluxo, o empreendimento chega para preencher uma antiga carência da região habitada por cerca de 600 mil pessoas que não são atendidas por serviços privados de saúde. O Medplex Eixo Norte, conta com escritórios, salas comerciais, consultórios, clínicas, farmácia e serviços de laboratório, além de hospital para procedimentos de curta permanência, e segue uma tendência mundial de projeto que valoriza o tempo e a qualidade de vida das pessoas.

Na mídia

O assunto já foi destaque na coluna da jornalista Marta Sfredo, na Zero Hora, e em matéria especial do Jornal do Comércio.

Zero Hora

Jornal do Comércio