A expectativa dos casais para o Dia dos Namorados em 2019 é de investir valor semelhante ao do ano passado, com gasto médio, por pessoa, de R$ 179,27. No entanto, os homens estão dispostos a desembolsar mais (R$ 235,61) do que as mulheres (R$ 124,48), de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira (16/05), pela Fecomércio-RS. Os dados são resultado de 385 entrevistas realizadas entre os dias 23 e 27 de abril, com consumidores de cinco municípios de cada microrregião do Estado: Santa Maria, Porto Alegre, Caxias do Sul, Ijuí e Pelotas. O relatório, aponta, ainda, que consumidores de classe baixa pretendem gastar R$ 157,46; de classe média R$ 152,47 e classe alta R$ 253,04.

O custo médio do presente deve ser de R$ 133,89 e a quantidade média de itens adquiridos será de 1,24 unidades. Novamente, os homens devem investir mais do que as mulheres. O público masculino deve adquirir mimos com custo médio de R$ 171,36 enquanto as consumidoras devem gastar R$ 95,47. Dividindo a intenção de gasto entre as classes econômicas, a expectativa é de sejam desembolsados R$ 120,98 pela classe baixa; R$ 110,78 pela classe média e R$ 197,29 pela classe alta.

Peças de vestuário são os artigos que devem ter maior procura (44,9%), seguidas por perfumes e cosméticos (17,7%), calçados (12,5%) e flores (9,4%). O local de compra apontado como preferência por 51,9% dos namorados e das namoradas é o Centro das cidades, enquanto os shopping centers devem ser o destino de 29,4% dos entrevistados. Nesta data, a projeção é de que 84,4% das compras serão realizadas com uma semana de antecedência, no máximo.

Entre as formas de pagamento, 79% pretende comprar à vista e 44,4% preferem parcelar em até duas vezes. Além do presente, 52,2% das pessoas ouvidas quer participar de algum evento especial alusivo à data, entre estas, 62,1% deve ir a bares ou restaurantes.

A pesquisa é destaque na coluna da jornalista Giane Guerra em Gaúcha ZH, no blog do jornalista Affonso Ritter e no Jornal do Comércio, em versão impressa (abaixo) e online.