Você sabe o que é Influence Marketing, ou Marketing de Influência? O nome é uma novidade que as redes sociais trouxeram para a Comunicação, mas a tarefa de relacionamento com formadores de opinião já é rotina na assessoria de comunicação há muitos anos!

Influence marketing: o que é?

Também chamado de influencer marketing, marketing de influência ou marketing com influenciadores. As variações são de acordo com o objeto da sua ação, mas todas tratam da mesma coisa: relacionamento com públicos de influência.

A Comunicação Organizacional vai chamar esses públicos de stakeholders, que são os grupos que de alguma maneira são afetados ou afetam os objetivos de uma organização. A partir dos stakeholders que traçamos, em termos estratégicos, cada público-alvo das ações de comunicação.

Os públicos podem ser internos – funcionários, acionistas, investidores – ou externos. E entre os públicos externos temos uma série de grupos que nos ajudam a alcançar o consumidor do seu produto.

Um destes públicos externos que tem função essencial na nossa estratégia de comunicação é o dos formadores de opinião. São jornalistas, bloggers, instagramers, youtubers, enfim, todo um grupo que através de plataformas de conteúdo se relaciona com um público consumidor e acaba influenciando a sua opinião – e em muitos casos a sua decisão de compra.

Como se relacionar com influenciadores?

Antes das redes sociais, os formadores de opinião eram os jornalistas, e com quem as marcas já buscavam estabelecer uma boa relação. Através da sua assessoria de comunicação, a marca enviava as informações de determinado produto ou serviço para o jornalista, podia convidá-lo para experimentar o produto, conhecer o serviço, criavam-se eventos para os jornalistas terem contato com a marca, enviava-se kits das marcas, entre outras ações. Ficava a critério do jornalista publicar, ou não, a informação divulgada. Não havia comprometimento, nem valores patrocinados, era uma troca mútua de informação. Um lado precisa divulgar, e o outro precisa de novidades para o seu veículo.

O sucesso dos blogs na década de 2000 mudou a forma como as coisas vinham sendo feitas. Bloggers passam a fazer parte da lista de formadores de opinião das marcas, e assim começa-se a ampliar os relacionamentos. Algumas marcas vão direto para o relacionamento comercial, comprando espaços em blogs e redes sociais daquele influenciador. Outras marcas mantiveram a mesma estratégia dos jornalistas.

Mudamos de formadores de opinião para influenciadores, mas o centro da relação continua a mesma: troca de informação e conteúdo.

A melhor maneira de estabelecer uma boa relação entre marca e influenciadores é conhecendo os seus influenciadores. Os seus perfis não são apenas espaços comerciais, são parte das suas vidas. Então seguem algumas dicas de como a sua empresa pode ter um bom relacionamento com influenciadores:

  1. Conheça a pessoa por trás do perfil. Busque quais os interesses reais daquele influenciador, o que ele gosta de fazer, quais as coisas que o fazem diferente dos outros tantos perfis, e veja se a sua empresa encaixa em alguma dessas coisas.
  2. Mande produtos que tenham a ver com o influenciador. Esta dica parece meio óbvia, mas acredite que não é. Muitas vezes queremos alcançar desesperadamente determinados públicos que o influenciador alcança e mandamos mesmo assim, mesmo sendo produtos completamente fora da zona de interesse daquela pessoa.
  3. Crie uma história para o influenciador. Não apenas mande produtos com um release, elabore mais. Pense em como ele usaria aquele item, o quanto pode mudar a sua vida, e venda esta ideia. Mesmo que precise de mais elementos além do produto. Invista em conquistar a atenção dele.

Nas próximas semanas vamos falar mais sobre como criar uma relação com influenciadores e como isso impacta a comunicação da marca. Fique de olho no blog!