Correio do Povo acompanhou ação comunitária no Bairro Mário Quintana

Na última segunda-feira, cerca de 220 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social ganharam um novo ambiente para viver e conviver no Bairro Mário Quintana. Prédios e o ginásio do Lar da Esperança foram pintados por funcionárias da MRV Engenharia em uma ação comunitária. A construtora doou as tintas e os materiais específicos para esta pintura. As doze operárias da MRV que participaram de qualificação profissional em parceria com a ONG Mulher em Construção reformaram o lar carente.

O Lar da Esperança é uma Instituição de caridade que atua em três frentes: com a Educação Infantil, que funciona em turno integral e atende cerca de 130 crianças de dois a seis anos; com o projeto Convivência, que oferece turno inverso para alunos de seis a catorze anos, e atende cerca de 70 crianças e adolescentes; e o projeto Acolhimento, que abriga aproximadamente 20 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Os projetos são realizados por 49 funcionários, mantidos através de convênios e colaborações voluntárias.

O Jornal Correio do Povo acompanhou a ação. Confira a notícia abaixo.