Conheça Graziella Hecher,arquiteta
de traço firme nos projetos e na vida
#episodio8

Fala Feminina Graziella Hecher
Sócia do atelier de arquitetura Hecher Yllana assina ambientes atemporais e sustentáveis

Ela quase foi dentista. Por pouco não fez parte da quarta geração da família na odontologia, mas, em tempo, seguiu o desejo pela profissão que a faria feliz: a arquitetura. Graziella Hecher nasceu em Novo Hamburgo, teve uma infância feliz e todo o apoio dos pais para estudos, viagens e, o principal, para fazê-la sentir que poderia realizar o que quisesse.

Aulas de dança e artes faziam parte das atividades extras na época da escola e contribuíram para aflorar a criatividade e evidenciar talentos que mais tarde se traduziram profissionalmente. “Frequentei por anos, todas as segundas e quartas-feiras à tarde, a Fazendo Arte, escola onde eu pintava, fazia objetos em argila, aulas de teatro e marcenaria. Era só alegria!”. Usando a criatividade, sempre a mil, ela trocava objetos de lugar, na casa dos pais e dos amigos, surpreendendo a todos. A mãe chegava do trabalho e muitas vezes encontrava a sala modificada, com nova disposição de móveis.

A formação de Graziella também foi fortemente influenciada pela bisavó Alice, “uma ‘alemoa’ trabalhadora e habilidosa, que fazia do pedaço de tecido e de um pouco de algodão uma linda boneca; que transformava um almoço corriqueiro num verdadeiro banquete; e que deixava o jardim da casa um charme”, contou Grazi.
“Com a minha bisa aprendi que nada é problema ou difícil, basta sabermos por onde começar e enfrentamos qualquer desafio”.

Além do lazer, a rotina de Graziella na infância incluía os valores típicos da cultura alemã – como a ordem e a disciplina – presentes na Instituição Evangélica de NH, escola rígida e tradicional em que ela estudou. Aluna dedicada, antes de ser cobrada pelos pais, cobrava-se. Mantinha boas notas e contrabalançar a vida mais organizada no divertimento com os amigos nas horas vagas. Na adolescência, quem estava à volta de Graziella, ou Lella, como era chamada, dizia que a marca de sua personalidade era a autenticidade – presente até na forma como ela se vestia, montando looks com roupas descoladas e peças do guarda-roupas da mãe. Os pais notavam ainda criatividade e determinação em tudo o que Grazi fazia. Assim ela foi crescendo, aproximando-se da arquitetura à medida que suas principais características e habilidades se mostravam perfeitas para o ramo.

O Caminho Até Hecher Yllana

Em 1999, ingressou no curso de arquitetura da Unisinos, período em que conheceu Rodolfo Yllana, o atual marido e sócio no escritório Hecher Yllana. Assim que se formaram, em 2005, ficaram noivos e seguiram para Lausanne, na Suíça, onde frequentaram a EPFL (Escola Politécnica Federal de Lausanne), instituição de especialização em arquitetura sustentável.

“Foi um período de amadurecimento em todos os sentidos. Nos tornamos um casal e criamos uma cumplicidade muito especial. Casamos no mesmo ano em que fomos para Lausanne”.

Os dois retornaram à Porto Alegre em 2007, focados e determinados em se dedicar à arquitetura. Fundaram o escritório, unindo os sobrenomes paternos de ambos. Os membros da família foram os primeiros clientes a apostar na linha vanguardista aprimorada pelos dois arquitetos durante a vivência fora do Brasil, o que resultou, pouco depois, na bela reputação que têm hoje: nacional e internacionalmente. A marca Hecher Yllana chegou ao exterior, projetando um ambiente em Lugano, também na Suíça; teve projetos premiados na Casa Cor Rio Grande do Sul (2010 e 2014); e foi reconhecida pela revista Kaza (2015), publicação que elege arquitetos e designers de interiores mais atuantes do Brasil.

Dessa forma, Graziella e Rodolfo ganharam espaço no mercado residencial de alto padrão. “Nos diferenciamos pela leitura que conseguimos fazer no início do atendimento ao cliente e pelo trabalho que entregamos, executado com esmero e objetividade”, disse Graziella. Nenhum projeto da arquiteta é repetido, sempre novos elementos são trazidos para adequarem-se exatamente ao estilo do cliente, sem perder a identidade dos profissionais, o que é conhecido como a arquitetura essencial (linha de trabalho que traduz a essência do cliente).

Os Principais Projetos

“Acreditarmos que a arquitetura é muito mais do que casas bonitas, é a tradução do comportamento de uma sociedade no local onde vive”.

Baseada nessa ideia, Graziella realiza projetos de arquitetura de interiores e civil, mostrando que o Hecher Yllana tem tudo a ver com sua trajetória. Em 2011 o projeto mais desejado de Grazi foi realizado: Alexandre, “uma criança que sorri com os olhos”, disse ela. O filho veio para transbordar a felicidade e a parceria que ela mantém no casamento e no trabalho com Rodolfo, deixando a fala feminina de Graziella Hecher ainda mais inspiradora.

Hoje os projetos Hecher Yllana estão em empreendimentos comerciais e residenciais, no litoral, no interior do Rio Grande do Sul, em shoppings. Lofts, grandes casas, joalherias, óticas, escritórios. Cabe tudo nas ideias de Graziella, que agora tem planos de levar sua linha de arquitetura de interiores para maiores escalas, além das edificações.

Veja mais artigos da Fala Feminina:

2017-09-15T11:29:52+00:00 24/08/2017|Fala Feminina|

Deixe um comentário