Fala Feminina por Zuca Feijó
#episodio5

Fala Feminina Roberta Coltro
Zuca Feijó: flores e afetos

Talvez nada represente melhor a resiliência das mulheres do que as flores. Forte e graciosa, uma flor consegue levar beleza e alegria aos ambientes sem deixar transparecer o tamanho esforço que um botão precisa para florescer. Zuca Feijó é uma mulher, que, em meio aos perfumes e cores das plantas, encontrou a vocação de uma vida. A florista, natural de Julio de Castilhos, começou a carreira como vendedora de uma renomada loja de jóias. Hoje, aos 63 anos e mãe de dois filhos e avó de seis netos, é proprietária do Atelier de Flores Zuca Feijó e fez praticamente Porto Alegre inteira, e além das fronteiras de nossa cidade, se apaixonar por seus arranjos. Recentemente foi escolhida pela revista Veja como uma das 10 floriculturas do Brasil que vão além do óbvio.

A trajetória, no entanto, não foi fácil. De vendedora, passou a ser hostess em um restaurante de luxo. Problemas financeiros do negócio atrasavam os pagamentos e não demorou para a vontade de empreender aparecer. Em sociedade com a decoradora do estabelecimento, nasceu a parceria para o primeiro negócio. Com o tempo, a sociedade foi desfeita e Zuca, que nunca tinha feito um arranjo, resolveu seguir no ramo sozinha. A natural habilidade, não só com as flores, mas também com as pessoas, só podia resultar em sucesso. Zuca fala com orgulho de tudo o que construiu e afirma que não vende apenas flores: “Sou uma vendedora de afeto”.

A Fala Feminina de Zuca, por ela mesma:

Hobbies

– Ser contemplativa, apreciar a natureza, olhar para as copas das árvores. E para exercitar o corpo umas pedaladas pelas ruas eventualmente.

Equilíbrio

– Ser capaz de achar leveza em momentos difíceis e enfrentar as dificuldades da melhor forma possível, mantendo a integridade.

Felicidade

– O amanhecer, com os sons da cidade acordando, ruídos da passarinhada e, se possível, vozes das crianças. Tudo isso me faz muito feliz, sinaliza mais um recomeço. Ser feliz é estar em paz.

Sucesso

– Sucesso é fazer o bem e colher o reconhecimento do seu esforço, que pode vir na forma de um simples elogio.

Uma Lembrança De Infância

– A casa de 8 irmãos, em Julio de Castilhos, com o cheiro da chapa do fogão grelhando bifes, cheiro do café da tarde com pão assando, brincadeiras na rua.

Uma Curiosidade

– Zuca, na verdade, vem de Jesusa. Nasci no dia 25 de dezembro, no Natal. Meu pai, um homem que eu admiro muito, também faz aniversário nesse dia.

Mulheres Que Inspiram

– Minha mãe, Dona Marília, uma mulher forte e generosa que criou oito filhos. Sempre buscava o lado bom das coisas, uma usina transformadora que mudava tudo para melhor. Até hoje ela está sempre presente em meus pensamentos. Herdei dela a criatividade e habilidade de lidar com os imprevistos. Minha filha teve pneumonia e, enquanto eu aguardava na sala de espera do hospital, havia um quadro de um barco na parede, e o nome do barco era “Marília.”. Vejo, nesses pequenos detalhes, que a minha mãe ainda é uma pessoa muito presente até hoje.

Universo Feminino

– Mulher consegue trazer delicadeza e habilidade nas coisas que faz, consegue fazer com leveza e serenidade tudo que se propõe.

Uma Crença

– Acredito na generosidade, na gentileza, e espalhar o bem, porque a vida é uma via de mão dupla, é assim que volta!

Um Sonho

– Fazer uma experiência de morar fora do país, França, Holanda, Portugal… quem sabe um dia!

Veja mais artigos da Fala Feminina:

2017-09-15T10:53:21+00:00 05/05/2017|Fala Feminina|